Lëtzebuerger N-Bunn 69 ||
  Tráfego ferroviário

 
Tráfego ferroviário
   
   
   
   
   
   
A pilotagem é analógica. Um transformador Titan 108 é posto na helix. É conectado no regulador eletrônico 826 para a pilotagem dos comboios. As agulhas é os desengatatores também são alimentados pelo 108. Debaixo da estação há um tranformador Fleischmann 6705. Atrás é conectado um elemento Viessmann 5215. A corrente alternativa é transformada em corrente contínua. Assim são alimentados os candeeiros e outros elementos funcionais. Até agora 21 agulhas Fleischmann e 2 agulhas Minitrix foram postas. Todas as agulhas têm coraçoes metálicos e todos os motores foram retornados. São conectadas à botões de pressão Fleischmann 6900 em 2 postos de pilotagem com diagramas dos carris (D1). Debaixo da estação e debaixo da cevejaria há uma estação de garagem para 9 comboios. Cada comboi possui a sua propria via, marcada por um desenho.
   
para cima  
   
   
   
   
   
   
   
   
   
para cima  
   
   
 
Na courta linha secundária  sempre apenas um comboio está correndo. A agulha inteligente é activada removando as pontas de fio e colocando eclisas em plástico mais ou menos 25 cm atrás do coração (D2, D3). Depois as locomotivas param, quando a agulha está mal posta. Nas agulhas lastras pus uma eclisa com fio soldado atrás do coração. Assim é possivel alimenta-là com ajuda d'um relé. É possivel que o interuptor integrado nas agulhas oxide e que a lâmina de contato deteriore-se ao longo dos anos (D4). Em todo lugar da maqueta uso interuptores para parar as locomotivas no local escolhido (D5).
 
   
   
   
   
   
   
para cima  
   
   
   
   
   
   
   
   
O laço de giro é conectado com 4 diodos Fleischmann 6950 e subdivido por 6 eclisas em plástico. A passagem so é possivel numa direção. Além disso, os comboios param até que a polaridade seja alterada (D6). Diodos foram também conectados nas vias sem saída  da estação de garagem, para que os veículos não tropecem as aldravas (D7). Para fazer manobras 10 desengatadores Herkat foram postos. São operados por botões de pressão (D8). Os comboios estão correndo da estação sem saída na estação de garagem, onde podem girar no laço. Quando todos os segmentos sejam completos, os veículos podem dar uma or mais voltas no círculo.
   
para cima  
   
   
   
   
   
   
   
   
   
para cima  
   
   
 
Um bom contato é essencial pelo rolamento. Substitui as rodas com pneus de todas as locomotivas por rodas metálicas. São limpas regularmente. Os carris e os corações das agulhas também são manualmente limpos apos um intervalo de jogo. Um 833403 original da Fleischmann, um 51202000 original da Minitrix, um 51202000 da Minitrix equipado duma ficha dupla no telhado, um 9060 da Lux 9060 équipado duma tomada dupla, um 25093 da Roco transformato em System Jörger formam um comboio de limpeza. Uma vez por mês ponho uma toalha de papel com Roboto spécial numa longa peça de carril. Depois empuro os vagões em cima pela mão. A sujeira das rodas fica no papel.
 
   
   
   
   
   
   
para cima  
   
   
   
   
   
   
   
   
A maqueta é localizada no final dos anos sessenta. No tráfego de passageiros há comboios para:
- trabalhadores que vão para a acieria.
- funçonários e empregados que vão para  a capital.
- alunos querendo juntar um estabelecimento de ensino médio nos arredores.
- gente que procura correspondência com a linha do Norte (até Liège e mais longe).
O tráfego de mecadorias transporta pacotes de varejo, madeira, carvão, materiais de construção, maquinaria agrícola, fertilizante e produtos frescos para hotels. A cervejaria procura vagões para o transporte de cerveja.  O óleo combustível para a casa de fermentação e o diesel para os camiões também são entregados por via férrea.
Um horário imaginário (para clicar) procura grande alegria.
   
para cima  
   
   
   
   
   
   
   
   
   
para cima